19 dezembro 2008

Felicidade... Pura!



Casinha nova, férias, Natal, amigos a chegar... daqueles que aquecem a o coração!!!





Há coisinha melhor??? Nããã




24 novembro 2008

Prenda de Natal!


Fofa... assim!!!

16 novembro 2008

Sorrisos





o sorriso desvenda delicadamente o interior de quem sorri.
é um convite para entrar na alma

12 novembro 2008

Há dias....

Em que me sinto uma coisinha destas:


Miss Bimby

he he he

09 novembro 2008

"Há quem acredite em milagres


Há quem cometa maldades


Há quem não saiba dizer a verdade"




Estes não mentem...

08 novembro 2008

"Ontem, eu e minha esposa estávamos sentados na sala, a falar das muitas coisas da vida. Estávamos a falar de viver e morrer.
Então eu disse-lhe:
Nunca me deixes viver num estado vegetativo, dependendo de uma máquina e de líquidos. Se me vires nesse estado, desliga tudo o que me mantém vivo, ok?

Vocês acreditam que a filha da mãe se levantou, desligou a televisão e deitou fora a cerveja que eu estava a beber?"

07 novembro 2008

Grrrr

Eu e esta coisa cinzenta, decididamente, não nos damos bem! 200 km de cabelo ao vento...






Bahhh

03 novembro 2008

Dj Bastos na Bauhaus, Estoril

Resumindo:

Fantástico!!!
:D

31 outubro 2008

Há dias...


... em que sair de casa é uma aventura.
Três passos depois, e as calças molhadas quase até aos joelhos!!!

Sexta-feira

Não é em Albufeira, como a outra canção, mas é no frio, no colinho das amigas queridas. Regadas de chuva, neve, namorados, miminhos e boa comida. Chama-se fim-de-semana de comemoração. E eu vou, mais elas. E estamos desertinhas.
Há coisas que me entristecem. Talvez porque sou um espírito triste naturalmente... Ou talvez mesmo porque seja uma tonta irreversível, sempre pronta a escutar quem não merece ou até mesmo o que não merece... Não pergunto, como na canção, porque é que tudo me acontece, porque eu sei o porquê. Chama-se crónica, insegurança crónica. Muito gosto.

30 outubro 2008

Há dias...



Em que a minha alma fica completamente...

(sim, esta é a minha alma.... iluminada! :D)

... abismada!!!


29 outubro 2008

Frases que marcam 2008 (3)

"As amizades têm prazos de validade."

Coisinhas inteligentes (3)

Já por várias vezes me tinha admirado de mim mesma. Vagueio dias inteiros no meio das coisas de outras pessoas, mexo, tiro, ponho, mexo, mexo, arrumo, desarrumo, e nunca, nunca parti nada. Claro que já deixei cair o termómetro umas vezes ao chão e a máquina fotográfica ficou presa por uma unha negra... Canetas partidas sem conta, canetas que deixam de escrever...

Já por várias vezes me "ameaçaram" que me trancavam na câmara de congelação ou de refrigeração e já fiquei mesmo fechada (sem querer) numa câmara de peixe (e às escuras)!
A queda, será algo que me aterroriza, a simples escorregadela! Escorregadelas muitas, agora quedas estamos a zeros!
Hoje aconteceu-me algo que eu ainda não tinha imaginado. Levei com a tampa da arca congeladora na cabeça! E doeu! Muito! E foi sem querer, e não sei se a culpa não foi minha!!!
É o que dá ser cusca, aliás muito cusca!
Mais calma com as expectativas, sem dúvida que o furacão que me atacou ontem já passou.

Restam os destroços.

Imagino-os como num barco à deriva, com madeira a boiar por todo o lado nas águas transparentes de um qualquer oceano distante. As outrora velas agora simples pedaços de pano que voam ao sabor do vento, calmo e quente... E também vejo o pirata da perna de pau (o do gelado)!

Enfim... O que não nos vence, torna-nos mais fortes...

28 outubro 2008

As expectativas são uma cena lixada!!!

Devia jurar a mim mesma nunca mais criar expectativas! Nunca, nunca mais!
Quanto maior o entusiasmo, maior a alegria, a vontade, até a porra dos motivos, maior é a queda, o trambolhão!!!!! Maior é a tristeza que me invade de sopro o coração, o corpo todo! Só estou bem, mal.

A desilusão... e as lágrimas gordas e quentes que saltam imparáveis dos meus olhos, como se fossem atingir uma qualquer meta inigualável!!!!

As expectativas destroem-me...

Afinal...




Seja como for: eu vou!! :D

Luz

"Levar-te à boca,


beber a água mais funda do teu ser




Se a luz é tanta, como se pode morrer?"

Almada Negreiros

20 outubro 2008

Há dias....

Em que me sinto Zen!!!!

Dj Bastos no Coconuts, Cascais



(eu vou :D, encher-me de orgulho)

16 outubro 2008

Parabéns Leo!


You make me proud!!!! :D
And Happy!!!

15 outubro 2008

Há dias....


Em que me sinto no meio duma coisinha destas!
GPS, precisa-se.

Hoje...

... É Dia Mundial de Lavagem das Mãos.

Demais!

Arnaldo Jabour diz que:

"Confesso que tive agradável surpresa ao ver Chico Anísio no programa do Jô, dizendo que o exercício físico é o primeiro passo para a morte. Depois de chamar a atenção para o facto de que raramente se conhece um atleta que tenha chegado aos 80 anos e citar personalidades longevas que nunca fizeram ginástica ou exercício entre elas o jurista e jornalista Barbosa Lima Sobrinho mas chegou à idade centenária, o humorista arrematou com um exemplo da fauna: A tartaruga com toda aquela lerdeza, vive 300 anos. Você conhece algum coelho que tenha vivido 15 anos?
Gostaria de contribuir com outro exemplo, o de Dorival Caymmi. O letrista compositor e intérprete baiano era conhecido como pai da preguiça. Passava 4/5 do dia deitado numa rede, bebendo, fumando e mastigando. Autêntico marcha-lenta, levava 10 segundos para percorrer um espaço de três metros. Pois mesmo assim e sem jamais ter feito exercício físico viveu 90 anos.

Conclusão: Esteira, caminhada, aeróbica, musculação, academia? Sai dessa enquanto você ainda tem saúde... E viva o sedentarismo ocioso!!! Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo. Você terá toda a eternidade para ser só osso!!!

Então: NÃO FAÇA MAIS DIETA!! Afinal, a baleia bebe só água, só come peixe, faz natação o dia inteiro, e é GORDA!!! O elefante só come verduras e é GORDOOOOO!!! VIVA A BATATA FRITA E A CERVEJA!!! Você, menina bonita, tem pneus? Lógico, todo avião tem!"

14 outubro 2008

Ser Feliz ou Ter Razão?

Oito da noite numa avenida movimentada. O casal já está atrasado para jantar na casa de uns amigos. O endereço é novo, assim como o caminho que ela conferiu no mapa antes de sair. Ele dirige o carro. Ela orienta e pede para que vire, na próxima rua, à esquerda. Ele tem a certeza de que é à direita.

Discutem.

Percebendo que além de atrasados, poderão ficar mal humorados, ela deixa que ele decida. Ele vira à direita e percebe que estava errado. Embora com dificuldade, admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz o retorno. Ela sorri e diz que não há problema algum em chegar alguns minutos mais tarde. Mas ele ainda quer saber: - Se você tinha tanta certeza de que eu estava tomando o caminho errado, deveria insistir um pouco mais.

E ela diz: - Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz. Estávamos à beira de uma briga, se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite..

MORAL DA HISTÓRIA: Esta pequena história foi contada por uma empresária durante uma palestra sobre simplicidade no mundo do trabalho. Ela usou a cena para ilustrar quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independentemente de tê-la ou não.

Frases que marcam 2008 (2)

Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam.

13 outubro 2008

Coisinhas inteligentes (2)

Quando achamos que temos o trabalho feito, e estamos descansados, e ainda pior, deitamos os papéis originais para a reciclagem, com toda a nossa consciência ambiental ao rubro. E quando um colega nos telefona e diz, mas olha lá, tu ainda não fizeste o relatório X. E eu capaz de jurar a pés juntos que sim, fiz, claro... E de repente, abro ficheiros, fecho ficheiros, clique, clique e mais clique e nada, zero, rien, niente, nicles... Do relatório nada. E o meu pensamento era, como?? Como é que isto aconteceu e pior, como é que eu vou dar a volta a esta cena foleira. Vasculhei kilos de papéis originais que mantenho durante séculos, e nada. Stress. O telemóvel a tocar, mais stress. E dos papéis nada. Respiro, conto até 10. Volto aos papéis, e na segunda mexidela rápida, lá estavam, tão lindos, todos os que faltavam, num clip. E respirei de alívio. Bolas!!!!
Tive a mais estranha das sensações, quando ao puxar a fita da persiana, ela (a fita) se desfez na minha mão... Puff... e desapareceu... e a persiana estourou... no vaso que tava no parapeito. Não foi bonito, não.

Coisinhas inteligentes (1)

Queria entrar no site da tmn. Por qualquer motivo inexplicável não sabia a password. Pedi a password, que seguiu para o telemóvel. Rapidíssima. Pass daquelas estranhas que nunca conseguiria decorar. Entrada no site ultra rápido. E rapidamente resolvo, como que iluminada, apagar a pass do telemóvel. Sem ter tido tempo de mudar a pass no site! Pensamento rápido, mas nem por isso inteligente! Resultado, tive que pedir novamente a pass...

Há dias...

Não gosto de chuva, nem de dias cinzentos como o de hoje!

10 outubro 2008

Gosto de...

Narizes aquilinos...

Cabelos grisalhos...

Olhos amendoados com pestanas que devem ter rímel transparente...

Sorrisos derramados...

E a cereja no topo do bolo: fato.

Isto tudo num homem só. Dinamite puro.

Frases que marcam 2008 (1)

"Já que não o posso comer, bebo-o"

"Uma vez que não tens a perfeição foste buscar o rascunho?"

By: Best Friends

09 outubro 2008


I'M STILL WAITING!!!!

Batata frita

Sou louquinha por batatas fritas... Completamente...
Bem que tento resistir-lhes, mas é inevitavel...
Só não lhes toco mesmo se não vierem parar ao meu prato...
Não há bom senso!

Numa palavra: irresistível...

Há dias....

Em que realmente nada sai bem!


06 outubro 2008

Esquemas

Os PCC1 e 2 continuam por responder!!!

Mas fez-me bem "esquematizar"!



Thank u sweety!

02 outubro 2008

A minha primeira multa de velocidade!

82 km/h dentro de uma localidade.
Um estúpido dum carro estupidamente descaracterizado.
Um flash.
Um aviso de recepção.
120 € mais pobre.

A barata diz que tem...

Hoje vi uma barata (gigante, gorda e feia) a passear por cima de um balcão de bolos, com uma empregada a fazer de conta que não viu!!!!!! Mas os clientes viram!!!! E não digo onde!

Ando meio esquecida.

Esta manhã liguei a um colega com duas dúvidas que lhe queria colocar. A primeira resolveu-se, agora a segunda... tou fartinha de dar voltas à cabeça e não me consigo lembrar!!!! E a sensação de "ups, tou a esquecer-me de algo!" mantém-se!
Serão as horas de sono em falta? Ou será da idade?

Para além disso, tenho de "prestar contas" a tanta gente que me esqueço de contar as coisas às pessoas importantes!!!

01 outubro 2008

Este é só para ti!

Há coisas que não entendemos.
Há coisas que não conseguimos entender.
Há coisas que não podemos entender.
Há coisas que não queremos entender.

Com qual te identificas mais?

Simplesmente não, não consegues, não podes, não queres? Ou mesmo não sabes?

Há coisas inúteis. Gestos, palavras, olhares, abraços, beijos... Todos eles podem ser inúteis...

Resta-te, sempre, a atitude.
Ainda não acertei bem na cor da letra, mas este lay-out ou layout ou lay out do nosso chá, está deprimentemente, renovado.
A vida faz-se de mudanças. Grandes, pequenas, assim assim. Esta foi a nossa. Graças à Mary.
Voltei!

Sempre que pensava no que iria escrever quando me apetecesse voltar ao blog, pensava com toda a certeza que não iria escrever "voltei"...
Mas pareceu-me inevitável.
Porque sim.
Porque tal como o escrever é uma opção viável, não o fazer também é.
E assim, aqui estou, de regresso.
Decidi que não vou ser tão hipocondríaca e queixinhas.
Decidi que vou ser mais optimista e menos intimista.
Afinal, nem era possível um regresso sem decisões... Tipo ano novo ou regresso de férias...

28 setembro 2008

Não resisto... :P



Um individuo muito muito, mas muito peludo,vai ao médico:

Dr. - Então do que é que o sr. padece???



Sr. Peludo - Olha... padeço um urso!!!!

:-)


27 setembro 2008

Black & White


ZzzZZZ


isto é optimo (ou ótimo depois do Exmo. Sr. acordo ortográfico - vómito) para adormecer!!!


ZzzzZZZ

22 setembro 2008

???

Como é que se põe um na alma??? Alguém me explica?

10 setembro 2008

Porque às vezes é preciso mesmo soltá-las...










"Solté las amarras que me ataban al puerto de mi vida, de mis planes, de mis deseos, y él entró en mi barca, ya para quedarse"

Elisa Prieto

30 agosto 2008

Fériazinhas


O Chá vai de férias pra um sitio onde não há internet!!!! :-P

21 agosto 2008

Amiga babada!!! ;-D

- A Guida e os seus Pintossauros/Osgossauros
- estão na Visão desta semana!!!


:-D

20 agosto 2008

A cobra e pirilampo

Uma grande amiga minha contou-me esta história... adorei!



"Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um pirilampo que só vivia para brilhar.
Ele fugia rápido com medo da feroz predadora e a cobra nem pensava em desistir.
Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada.
No terceiro dia, já sem forças, o pirilampo parou e disse à cobra:
- Posso fazer três perguntas?
- Podes. Não costumo abrir esse precedente para ninguém mas já que te vou comer, podes perguntar.
- Pertenço à tua cadeia alimentar?
- Não.
- Fiz-te alguma coisa?
- Não.
- Então porque é que me queres comer?
- PORQUE NÃO SUPORTO VER-TE BRILHAR!!! "

19 agosto 2008

Dores... devem custar tanto!!!

"Com este mais novo lançamento da Leleco's Corporations você pode se roer de inveja sem se preocupar com futuras dores no cotovelo. Não tem nenhuma contra-indicação. Basta uma aplicação diária que as dores de cotovelo não te atormentarão mais."

Ha muito boa gente a precisar... e pode ser que também resulte contra sumo de limão nas veias!!!

16 agosto 2008

The Greatest Opera Singer - Natália de Andrade

Isto é digno de se ver... e ouvir!!!

Uma pérola da música portuguesa!!!

:P

13 agosto 2008






Nikka...


Volta,




Estás perdoada, meu amoriii!








08 agosto 2008

03 agosto 2008

...

inquietude

incerteza

insegurança



contentamento


prazer


doce


27 julho 2008

De Gutemberg a Pimpinha Jardim, por Nuno Markl

Aqui está Sandes:

"Johannes Gensfleisch Zur Laden Zum Gutenberg. Nascido em 1398.
Presume-se que tenha falecido a 3 de Fevereiro de 1468. Um operário metalúrgico e
inventor alemão, a quem se deve, na década de 1440, a invenção da imprensa. O poder da criação de Gutenberg seria demonstrado em 1455, ano em que o inventor editaria a famosa Bíblia em dois volumes.
Sim, a Bíblia de Gutenberg tornou-se num marco notável na História das palavras impressas. Até ao passado fim-de-semana.
No passado fim-de-semana, o semanário português O INDEPENDENTE publicou, discretamente, no seu suplemento VIDA, uma coluna de opinião da autoria
de Catarina Jardim. Quem é Catarina Jardim? Nada mais, nada menos do que
a popular Pimpinha Jardim. Que fica desde já a ganhar a Gutenberg neste
ponto - Gutenberg não tinha nenhum nome de mimo. Ele era capaz de gostar
de ter um nome de mimo - não deve ser fácil ser Johannes Gensfleisch Zur
Laden Zum Gutenberg - mas creio que ainda não era muito comum, na Alemanha do século XV, atribuírem-se nomes de mimo. Muita sorte se alguma das namoradas lhe chamou alguma vez JOGU, o único diminutivo aceitável de Johannes Gutenberg. E mesmo assim não é muito aceitável, porque soa demasiado próximo a iogurte, e isso é uma indústria completamente diferente daquela na qual Gutenberg se movia.
Voltemos então a Catarina Jardim e à sua coluna no jornal. O título do
artigo é TODOS A BORDO, e trata-se - como o nome indica - de um relato
detalhado sobre um cruzeiro a África que a jovem fez.
Ela diz, no início "O cruzeiro a África foi uma loucura, pode mesmo
dizer-se que foi o cruzeiro das festas - como alguns dos convidados
chamavam ao navio em que Luís Evaristo nos presenteou com MAIS UM BeOne
on Board". Gosto da maneira como ela fala, sem explicações nem perdas
de tempo, de pessoas e iniciativas sobre as quais boa parte dos leitores
não faz a mínima ideia quem sejam ou no que consistem. Nada contra - isto
faz com que qualquer leitor se sinta cúmplice e rapidamente imerso no
universo Pimpinha. Adiante.
Ficamos a saber que ela esteve em Tânger, e que a experiência foi,
possivelmente a mais marcante da vida desta jovem. Passo a ler o que
ela escreve:
"Tânger é bastante feia, muito suja e as pessoas têm um aspecto
assustador."
Nunca fui a Tânger, mas já fui a sítios parecidos e subscrevo inteiramente
as palavras de Pimpinha. Malditas pessoas pobres, que só estragam o nosso planeta com a sua sujidade e o seu ar assustador! É preciso ser-se mesmo ruim para se escolher ser pobre, quando se pode ser tão limpo e bonito. Quando se pode ser, em suma, rico.
Eu penso que a Pimpinha acertou em cheio na raiz de todos os problemas
mundiais da pobreza. Andam entidades a partir a cabeça em todo o mundo
a pensar nisto, andou a Princesa Diana a gastar tantas solas de sapatos
caros a visitar hospitais, capaz de apanhar uma doença, quando nós temos
a Pimpinha com a solução. Se calhar basta lavar estas pessoas, e talvez -
acompanhem-me neste raciocínio; Pimpinha vai ficar orgulhosa de mim -
se calhar basta lavar estas pessoas, e em vez de gastar rios de dinheiro a
mandar comida para África, porque não os Médicos Sem Fronteiras passarem
a andar munidos de botox. Botox! Reparem: não é fazer cirurgias plásticas
a toda esta gente feia que vive nestes países, porque isso seria demais.
Mas, que diabo - botox? Vão-me dizer que não é possível ir de vez em
quando a estes sítios e dar botox a estas pobres almas? Como o mundo
ficaria mais bonito.
Adiante. Pimpinha desabafa, dizendo, sobre as pessoas de Marrocos,
"apesar de já ter viajado muito, nunca tinha visto uma cultura assim -
E sendo eu loura, não me senti nada segura ou confortável na cidade".
Talvez. Mas vamos supor que trocavam Pimpinha por, vamos supor, 10 mil
camelos. Era um bom negócio para o Independente. Dos 10 mil, escolhia,
vamos lá, 2 para passar a escrever a coluna - o que poderia trazer
melhorias significativas de qualidade - e ainda ficava com 9 mil 998. O
que, tendo em conta que Portugal está a ficar um deserto, pode vir a
revelar-se um investimento de futuro.
Pimpinha prossegue: "Já em segurança, animou-me a festa marroquina, com
toda a gente trajada a rigor".
Suponho que, para a Pimpinha Jardim, "uma festa marroquina com toda a
gente trajada a rigor", tenha sido assim tipo uma festa de Halloween,
tendo em conta que os marroquinos são - como a colunista diz umas
linhas acima - gente feia como nunca se viu.
Adiante. Ela diz: "A seguir ao jantar, mais um festão que voltou a
acabar de madrugada". Calma - esclareçam-me só neste aspecto, para eu não me
perder. Portanto, houve uma festa, não é? E a seguir, outra festa. OK.
Uma pessoa corre o risco de se perder nestes cruzeiros, com toda esta
variedade de coisas que acontecem.
Diz Pimpinha: "Desta vez não deu mesmo para dormir já que fomos expulsos
dos camarotes às 9 da manhã, para só conseguirmos sair do navio lá para
as 14 horas. Tudo porque um marroquino se infiltrara no barco e passara
uma noite em grande, uma quebra inadmissível na segurança".
Ora bom. Ora bom, ora bom, ora bom, ora bom.
Portanto, aqui a questão é: viagens a Marrocos e festas com pessoas
vestidas de marroquinos, tudo bem. Agora, se pudessem NÃO ESTAR LÁ os
marroquinos, isso é que era jeitoso. Malditos marroquinos, sempre com a
mania de estarem em Marrocos. E como é que acontece esta quebra de
segurança? Eu compreendo o drama de Pimpinha. É que o facto da segurança
deixar entrar um estafermo marroquino vestido de marroquino, numa festa
com gente bonita vestida de marroquina, isso só vem provar que, se
calhar, os amigos da Pimpinha não são assim tão mais bonitos do que
essa gente feia de Marrocos. E isso é coisa para deixar uma pessoa
deprimida.
Temos nós a nossa visão do mundo tão certinha e de repente aparece um
marroquino e uma brecha na segurança... Enfim - nada que uma ida às
compras não resolva, ao chegar a Lisboa, certo, Pimpinha?
Adiante. Diz Pimpinha: "Já cá fora esperava-nos um grupo de policias
Com cães, para se certificarem de que ninguém vinha carregado de
Mercadorias ilegais - e não sei como é que, depois de tantos avisos da organização, ainda houve quem fosse apanhado com droga na mala!"
DROGA? NUMA FESTA DO JET SET PORTUGUÊS? NÃO! COMO? NÃO. Recuso-me a
acreditar. Deve ter sido confusão, Pimpinha. Era oregãos. Era
especiarias.
Pimpinha Jardim declara: "Mas o saldo foi bastante positivo. Aliás,
Devia haver mais gente a arriscar fazer eventos como estes".
Gosto desta Pimpinha interventiva. Sim senhor, diga tudo o que tem a
dizer. Faça estremecer o mundo. E com assuntos que valham a pena.
Aliás, era capaz de ser uma boa ideia escrever um e-mail ao Bob Geldof a
Tentar fazê-lo ver que essa história de organizar concertos para combater a
pobreza em África... Para quê? Geldof devia começar era a organizar
concertos para chamar a atenção do mundo para a falta de cruzeiros com
festas. Isso é que era. Mania das prioridades trocadas. Que maçada.
Mesmo no final, a colunista remata dizendo: "Devia haver mais gente a
arriscar fazer eventos como estes - já estamos todos fartos dos
lançamentos, "cocktails" e festas em terra".
Aprecio aqui duas coisas: a utilização do "já estamos todos", como se
Pimpinha voltasse a acolher o leitor no seu regaço como que dizendo:
"Sim, tu és dos meus e também estás farto de lançamentos, 'cocktails' e
festas em terra. Excepto se fores marroquino, leitor. Se for esse o
caso, por favor, exclui-te deste 'todos' ou então vai tomar banho antes, e
logo se vê".
Depois, é refrescante saber que Pimpinha está farta de lançamentos,
'cocktails' e festas. Eu julgava que nos últimos dias a tinha visto em
cerca de 250 revistas em lançamentos, 'cocktails' e festas, mas devia
ser outra pessoa. Só pode ser. Confusões minhas.
Em suma: finalmente, há outra vez uma razão para ler O INDEPENDENTE
Todas as semanas. Tardou, mas não falhou. Pimpinha Jardim é a melhor
Aquisição que um jornal já fez em toda a História da Imprensa mundial."
Nuno Markl

22 julho 2008

Seguir o caminho...



Em frente,

Para a frente,

SEMPRE!

(nikka, é o nosso post nº 700)

21 julho 2008

Ele há coisas...


E pensar que já foi uma lagarta....!

09 julho 2008

Três doenças...


"O ciúme, a inveja e a calúnia...

são doenças morais que, por si só, já representam um verdadeiro martírio para as pessoas que a possuem. "

Gostei...!!!

24 junho 2008

... (actualização)

A noite cansa...!


MUITO!

18 junho 2008

Pssst.....



Gosto-te :)

15 junho 2008

10 junho 2008

03 junho 2008

Hoje perdi-me a caminho de um trabalho.
Pela primeira vez, valeu a pena.

Do alto daquele cabo, vi a entrada fantástica do tão desejado Atlântico. E as encostas a pique, com aquele verde lindo cor de ar salgado... E as casinhas (!) bonitinhas (ou feiinhas) a adornar a nossa costa...

Só faltavam os barquitos... Esses estavam em terra. Deram tréguas aos peixinhos...

E o dia, resplandecente...
Foi bom ter-me perdido...
Hoje nem me aturo!
Preciso de um balde do lixo para pôr no carro. Já agora também dava jeito um mini frigorífico e uma mesinha para as refeições. A tv ajudava porque à hora do almoço a rádio não dá nada interessante...

02 junho 2008


A Inveja é uma coisa feia, não é?
Sempre que ando de viagem, vadiando sozinha por essas autoestradas fora, lembro-me de mil temas pa escrever aqui no chá.
Sempre que me sento em frente ao meu lindo toshiba, já esses pensamentos viajantes, viajaram para outra galáxia, e se esfumaram do meu cerebrozinho!!
Já pensei em comprar um gravador para o caminho...

28 maio 2008

Fantástico!


Espectáculo simplesmente fantástico!!!!

27 maio 2008

Simples e perfeito!

"A questão da higiene é uma questão que não é um fundamentalismo, é uma noção básica. Nós como aprendemos a ler e a escrever, devemos ter também educação básica de higiene."

25 maio 2008

Noites EnOOOrMes...

Gargalhadas eNORmes




Amigos maiores AINDA :)

22 maio 2008

O meu computador vai descansar quatro longos dias. Quatro. Está decidido!

Com tanto tempo de descanso ainda lhe entra a mania das limpezas (gravíssimo!) ou o stress do "não tenho nada pa fazer!"

Não percebo!

Sim, o preço do gasóleo a aumentar desmesuradamente. Porque sim, porque o barril atinge máximos históricos, porque não há novos poços de petróleo, porque há escassez, não há substituto à altura... Enfim, até porque o próprio processo de transformação tem custos elevadíssimos, acredito.

Ouvi na rádio, que os lucros da GRANDE petrolífera nacional tinham sido da ordem dos 109 milhões de euros. Se calhar ouvi mal...

Ah, e a rádio, que quando quer sabe fazer informação à séria, apresentou uma entrevista com a responsável de uma grande superfície que tem posto de abastecimento (com marca própria), em que esta dizia que os combustíveis eram adquiridos a essa mesma GRANDE petrolífera nacional. No entanto, a bomba do estabelecimento comercial vendia o gasóleo uns cêntimos mais baratinhos que o próprio produtor!!!!
Isto não faz sentido, contrariando todas as regras comerciais que conhecemos!!!

Será que alguma alma caridosa explica isto?

Coisas giras da vida!

Preencher a declaração anual de IRS... e pensar que espero receber uma pipa de massa...

Fazer reflexões interessantes, após 13 horas de trabalho, sobre: porque é que algumas placas de identificação da autoestrada não reflectem a luz, dificultando a leitura aos já mais míopes (taditos!)? Porque é que eu fiz cerca de 70 km na dita autoestrada, e não passou por mim vivalma?

Pensar que é bom dormir com as pernas pa cima!

O cheiro de qualquer adega, assim, alcoólico, adocicado, a transportar recordações vínicas ao mais alto nível!

Ervilhas, vindas directamente da horta!

Revuelto, acompanhado de batatas fritas, presunto de Barrancos e saladinha de tomate. Para finalizar bolo de bolacha à moda antiga e café. Perfeito!

21 maio 2008

So happy


Amanha vem a mana que falta... e o sobrinho :)
Destemida.
Destravada.
Desmotivada.
Desorientada.
Há dias assim... em que a metamorfose é cruel.

14 maio 2008

Num destes últimos fim-de-semanas, houve alguém que me fez sentir uma princesa...
Coisas simples da vida, que aumentam o brilho dos olhos, que me apertam o peito, que me fazem sentir bem, e sobretudo pensar que não é em vão que passamos na vida de alguém...
Que fica sempre qualquer coisa nossa nos outros. Que eles e nós, nunca esqueceremos por mais que raramente o recordemos...
Num local pouco provável, alguém me diz: "Hoje apetece-me dar-te um beijinho. Já há tanto tempo que não te dava um beijinho... Quando era pequenino enchia-te de beijinhos, passava o tempo ao teu colo..."
Ninguém, naquela noite, me poderia ter dito algo mais bonito... E é verdade, passava o tempo ao meu colo, era um doce, meiguinho, como eu sempre disse... Terrorista até à inconsciência, mas um amor... Eu contava-lhe histórias que inventava, intermináveis, e ali estava ele aninhado no meu colinho...

Há dias assim...

... em que vou a conduzir e vejo um gajo giro a passar na passadeira.
Não era muito alto.
Não era muito louro.
Não era muito moreno. (E nem sei se tinha olhos verdes...)
Mas por qualquer motivo, que eu nem sei, despertou a minha atenção.

Há dias assim, em que algo que não significa nada, rasga um sorriso na minha cara.
Preciso de dias que tenham mais de vinte e quatro horas.
Preciso de não perder tempo dum lado pro outro.
Preciso que a tmn seja mais eficaz, pq tou prestes a desistir deles!
Preciso de uma massagem nas costas e nos pés...
Preciso que chegue o sol pa calçar as minhas sandálias.
Preciso de ir pró colo da minha mãe.
Preciso de deixar de me queixar.
Preciso de comprar acções de qualquer fábrica que produza lenços de papel... (sim, eu tb, gajas).
Preciso de vontade.
Preciso de uns óculos de sol novos!
Preciso de dormir, dormir, dormir.
Preciso de coisas bonitas, palavras, gestos, mensagens... olhares...
Preciso de paciência pra me aturar a mim mesma.
Preciso de beber café, com açúcar, sem dúvida.
Preciso que o café não me queime a língua...
Preciso de não partir e perder canetas novas!
Preciso de limpar (retirar lixo!) e aspirar e lavar o carro.
E ainda preciso de milhares de coisas que não me lembro, mas sobretudo:
Preciso de tempo.

12 maio 2008

Farta... fartinha!


Farta, fartinha de flores e florinhas, de espirros e espirrinhos..............
FARTA...

11 maio 2008

"Os dentes são órgãos sexuais"

Suspeita (dentista) em declaração a Nick e Brass - CSI 6

10 maio 2008

Coisas que me fazem reflectir (III)

Sagres,
Tu sabes, como se arma um coração
Agarramos uma vida, desatamos a paixão...
Oh, Sagres, tu sabes,
Na ponta da solidão...

Luis Represas

Coisas que me fazem reflectir (II)

Faz 10 anos, este ano.
10 anos que eu entrei pra Universidade...
Não sei se ria, se chore (se chorar afogo-me nas lágrimas, que serão metros cúbicos e metros cúbicos de água salgada!)
Bolas, quem manda o senhor tempo passar tão depressa???
Parem-se os relógios, deixem-me vasculhar no tempo e reviver os meus momentos. Bons, maus, assim-assim...
Como tem razão quem nos diz que o tempo passa num instantinho...
Bolas, nem dei por nada...

Coisas que me fazem reflectir (I)

A Semana Académica da UAlg já começou!
10 noites de cartaz, com muita actividade e poucas aulas...
Meu deus, que inveja!!!!!!!!!!!!!
Tantas noites perdidas, bebidas, esquecidas, lembradas, que mudaram vidas vividas.
Noites loucas de:
1º Alcool, tanto alcool! Foi aqui que a vodka se tornou minha amiga!!! Não pode ser de sabores (e de melão nem posso ver a garrafa!), nem ter muitas cores... sobretudo se for azul e tirar coisinhas douradas!!!! Ah, também ganhei uma ligeira aversão a algo chamado tabasko, mas bebi a garrafinha de água toda, enquanto o pobre (que por sinal me ofereceu tão fantástico shot) ficou a olhar pra mim em pânico (tinha a boca a arder!).... E a morangona, o que eu gosto de morangonas!!!! E o que elas fazem às pessoas!!!
2º Gajos, tantos gajos! Aproveitavámos pa ir ter com o giraço com quem não ousávamos falar o resto do ano, e pronto! Aproveitavámos o alcool pa ir dizer a outro giraço que a nossa amiga gostava de conhece-lo...
Acabaram-se namoros, começaram-se paixões, cairam muitas lágrimas, umas de alcool, outras de tristezas que vieram a ser grandes alegrias...

O tempo não volta atrás, mas as minhas 5 semanas académicas foram inesquecíveis!!!!

Coisas boas do dia de hoje..

Primeiro as minhas sandálias novas!!!! Depois o facto de a companhia do almoço ter sido muito, mesmo muito boa. E por último, ter posto limpa vidros no depósito do carro, por isso mosquitos, cuidado!!!

Um dia...

... juro que vou comprar uma caravana e fazer como o caracol...
"O que faz com que uma fantasia seja excelente, é a possibilidade de vir a tornar-se realidade. E quando essa possibilidade desaparece... a coisa perde um bocado a piada."

Conversa entre Catherine e Warrick - CSI Las Vegas 6

07 maio 2008

Coisas boas do dia de hoje...

... ou não! 16 relatórios seguidinhos, cheios de paciência, lembranças e letra dificil da própria, que nem sempre se entende!!! Já está! Já só faltam dois, cada qual com 179 perguntas.
Aceitam-se ajudas. Há interessados?

05 maio 2008

Um dia:

Um dia...

"Onde estiveres, eu estou

Onde tu fores, eu vou

Se tu quiseres assim

Meu corpo é o teu mundo

E um beijo um segundo

És parte de mim(...)"

Pedro Abrunhosa

Alguém vai dizer-me uma coisa assim...

04 maio 2008

Depois de nadar nas águas profundas da garrafa (de todos os tamanhos e materiais) nada melhor pa descomprimir do que não fazer nada... não pensar... mas primeiro arrumar os papéis espalhados, senão nem me consigo levantar!!!!
Há algumas coisas que me fazem pensar...
Sobre umas é bom falar, trocar ideias, experiências... Sobre outras, aprendi há muito, que mais vale guardá-las só para mim. Naquele cantinho recondito onde ninguém chega.
Onde eu não quero que alguém chegue.

Sim, amiga, se calhar tou...

... sem saber bem porquê.

03 maio 2008

Pacotinhos de Açucar

Um dia....
Vou ser Chef :)






01 maio 2008

Coisas boas do dia de hoje...

... dormir até às 6 da tarde!
Realmente, uma cura de sono ajuda a equilibrar as energias!!!

30 abril 2008

As dores da alma reflectem-se no corpo, juntamente com as rodelas negras que envolvem os olhos, a apatia inquietante de quem está mas não quer estar... de quem faz porque tem de ser...
Sem alma está-se melhor.

Coisas más do dia de hoje...

... é véspera de feriado, não sei de onde venho, onde estou ou mesmo para onde vou!!! Afundada na profundidade e reduzida vontade de fazer relatórios, e mais relatórios, e ainda não mas também, relatórios!!!

29 abril 2008

Coisas boas do dia de hoje...

... saber que amanhã o dia é curto, e começa logo o fim-de-semana... longo!!!

27 abril 2008

E já agora...

... é favor não deitar papéis, plásticos ou afins no CHÃO!!!!!!!!

Ainda a feira...

... desta vez, o final da feira... Fica a tristeza do espaço agora vazio de tendas, pessoas e movimentos, mas cheio de caixotes, plásticos e lixos. Continua a não existir qualquer preocupação ambiental. Nem de quem usa o espaço, nem de quem cede o espaço! É desastroso!
Já só falta "um bocadinho assim"....

E passou mais um vinte cinco de abril...

Para muitos é mais um feriado. Óptimo, temos fim-de-semana grande. Mas não é só isso. É demasiado profundo e nem toda a gente entende, sobretudo quem é mais jovem.
Eu gosto de ouvir a "Grândola Vila Morena". Arrepia-me. Não pela letra em si mas pelo que simboliza. Alguém me dizia baixinho que não gostava desta música. Eu gosto. Sim. Por aquilo que simboliza. A liberdade. A democracia. O poder decidir. O ter um querer. A igualdade.
Os cravos. Não o vivi, e não o invejo, mas tenho um especial prazer quando ouço alguém contar como era naquele tempo... Naquele tempo sem telemóveis, sem gps, sem computadores, quanto mais net... naquele tempo em que era necessário ter licença para usar um isqueiro, ou em que qualquer pessoa ia presa sem que existisse justiça. Não o vivi, mas desde sempre me foram incutidas as mais elementares regras do convívio em sociedade e da liberdade de expressão, um direito do qual eu não abdico. Por isso, e mesmo atrasado, 25 de Abril Sempre!

Adoro feiras, decididamente...

... e este fim-de-semana estou a tirar a barriguinhas das misérias... Porque, pelo menos desde Setembro, que ando a comentar que quero ir a uma feira... e até agora nada... Só hoje! Logo 2, quase 3!
Adoro vasculhar as bancas, procurar o que preciso, o que quero, o que quero ver só por ser horrível, ficar com os pés enterreados, ouvir os imensos barulhos, as conversas trocadas, o regatear dos preços, "tudo a 5 euros", no senhor que tem o microfone preso nos ombros e que sempre me impressionou. Adoro comer um gelado, comer um malaqueco, comer torrão... Adoro calcorrear aquele espaço até me cansar, ver pessoas que só vejo na feira, ou na procissão do senhor dos Passos, ou na Missa do Galo, e que não conheço, mas reconheço... e essa é também uma forma de familiaridade...
Gosto do espírito... Acho que só ficou a faltar o carrossel... Mas pode ser que venha o sr. dos balões. Amanhã vou comprar um balão!

24 abril 2008

Pacotinhos de Açucar

Um dia.................



vou abrir asas e voar!!!!

22 abril 2008

Mary, já voltaste?

20 abril 2008

Fim-de-semana...

As meninas regressaram às respectivas terras a rebolar!! Foi o que podemos chamar um fim-de-semana gastronómico!!!
Começou com Sável frito com açorda de ovas e um pudim abade de Priscos! Simplesmente divinal, em Abrantes...
Depois de uma exaustiva manhã, delícia de lombo, para recuperar as energias...
Uma longa e cansativa tarde terminou com alheira (cruelmente fantástica) seguida de um inigualável Bacalhau com Broa, especialidade lá do sítio... Sobremesa nem pensar!
Hoje, e para relaxarmos depois de uma manhã tensa!, o almoço foi um cabrito assado no forno e servido na telha, bem acompanhado com batatinhas e couves (e eu comi couves!!!)!!! Sobremesas foi tudo, mas a mousse de chocolate estava espectacular!
Sem palavras!
Avizinha-se uma longa semana com noites intermináveis!

18 abril 2008

Só é pena não termos o som...


El dolce far niente...

É tão bom poder antecipar o fim de semana e estar em casa neste dia indeciso, em que o sol se esconde por entre umas nuvens malandras que de vez em quando nos limitam a luminosidade...

A trabalhar silenciosamente, com os pensamentos dispersos por aí... vagueando ao sabor de um bem estar interior, harmonioso, quente e suave que me preenche...

O sofá, ali à frente, também me chama... e todo meu ser, especialmente os meus olhos, me imploram para chegar até lá...

Tenho a sensação tranquila de que é bom gostar daquilo que se faz. Eu gosto. Não trocaria os meus trabalhos, mais ou menos limpos, por nada. A constante necessidade de aprender, de estudar, de resolver problemas... de desenvolver, de motivar... São tantas as áreas de actuação que só desejava ter mais dias, e dias mais longos... para poder fazer mais e melhor, mais completo.

Hoje, rumo às beiras, ao frio, ao trabalho do fim-de-semana. Mas sobretudo, rumo às Amigas, ao redor das pessoas com quem me sinto bem, com quem trabalho bem. A elas também devo esta sensação de paz interior.

17 abril 2008

Coisas boas do dia de hoje...

... conversas longas, com o barulho da chuva e a disposição dos deuses...
Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.
Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

Camões

Foi uma grande amiga que me relembrou tudo isto.
Ela vai mudar de vida.
É uma pessoa importante para mim.
Porque acreditou em mim.
Porque tem um sorriso e uma boa disposição contagiante.
Desde já, as saudades...

14 abril 2008

Gosto desta frase...

"Pedras no caminho?!? Guardo todas. Um dia vou construir um castelo!"
Andava eu à procura dos frangos quando encontrei esta imagem...

13 abril 2008

Sabes, eu também me emocionei...
Brutalmente fantástico o som que fazem as motos no instante anterior à partida! Delicioso! Desperta em nós o que de mais animalesco existe!
Adrenalina ao rubro! No MotoGP.
Simplesmente indescritível...
Faz-me alguma confusão como há mulheres objecto que se prestam a isso mesmo. Limitam-se a estar, a aparecer, a posar, a sorrir e fazer movimento lentos, leves, sensuais, que levam ao rubro as multidões. Todos as olham. Todos as comentam, todos as comparam. Alguns mais atrevidos tiram-lhe fotografias, mas só às partes do corpo que mais lhes aguçam o interesse... Outros tiram mesmo fotos com elas, para mostrar aos amigos!
Raparigas/mulheres/miúdas/gajas, whatever, giras, bem feitas, altas, e pouco vestidas. Sorriem. Não percebi se entendiam alguma palavra de Português, mas isso também não interessa nada, afinal a linguagem corporal macho fêmea é completamente entendida sem ser necessário recorrer a qualquer tipo de som...
Inevitavelmente pensei, será que têm mais do que vento no interior da cabeça?

Mais uma vez...

... e hoje nem tava sol... Lá fiquei com mais um escaldãozito indecente... na cara...

12 abril 2008

Há alturas na vida...

... e a canção diria: em que se sente o pior...
Eu não. Hoje sinto-me leve. Sinto-me bem. E isso é bom!
Apetece-me sorrir!

09 abril 2008

Hoje é dia de...

... chocolates!!! Sim, oh, muitos!!!!

Se há frase que eu adoro, é esta!

"E o Pai Natal vem com o coelhinho e o palhaço, no comboio, ao circo."

07 abril 2008

Pronto! Já está...

Hoje desenterrei o Machado de Guerra e... soube-me bem!!!